A Festa de Babette e Um, dois e já – Livros #137 e #138

 

Nessa semana, li dois livrinhos curtos, ambos escritos por mulheres.

A Festa de Babette, da dinamarquesa Karen Blixen, foi publicado em 1958 dentro do volume “Anedotas do Destino”. Em 1987, o filme baseado na história ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro e consagrou o conto, já clássico na literatura dinamarquesa, entre audiências do mundo inteiro.

E, mais ou menos na mesma década em que as pessoas riam e se emocionavam com essa encantadora narrativa sobre comida, uma menina viajava de carro com a família pelas estradas do Uruguai. Esta é a tênue linha condutora de Um, dois e já, o primeiro livro da escritora uruguaia Ines Bortagaray a ser publicado no Brasil.

Enquanto disputa com os (muitos) irmãos por um lugar na janela, a menina devaneia sobre a vida, os amigos e a família. Quem são essas pessoas? Rumo ao que (ou a quem) elas estão fugindo?

Tanto A Festa de Babette quanto Um, dois e já são obras para ler de uma vez só, e passar algum tempo refletindo sobre as complicadas relações humanas que elas delicadamente articulam. Ambos foram comprados no saldão Cosac Naify da Amazon, e ficarão indisponíveis – sabe-se lá por quando tempo – quando se esgotarem. Por isso, aproveite!