Uma Canção de Natal, de Charles Dickens

 

saldão_Fotor

 

Feliz Natal para todos! No ano passado, eu trouxe para vocês a resenha de Uma Canção de Natal, de Charles Dickens, uma das histórias de Natal mais bonitas de todos os tempos. Tá certo que ela originou mais especiais e filmes de Sessão da Tarde do que os níveis aceitáveis, mas vá lá – ainda assim é uma história bonita.

Este ano, eu trago para vocês mais uma vez o velho mão-de-vaca Ebenezer Scrooge… mas de um jeito diferente: contada com a minha própria voz!

 

 

Para gravar este vídeo, eu utilizei a adaptação super delicada da Tatiana Belinky, uma das melhores escritoras infantis que já tivemos no Brasil. Eu agradeço ao Marcelo Duarte, da Rádio Bandeirantes, por ter me feito essa sugestão de episódio especial de Natal, e também ao Alessandro Campos, companheiro de todas as horas, por ter emprestado o seu talento de ator ao Scrooge do Ler Antes de Morrer.

Espero que aproveitem. E feliz Natal para todos!

 

Book Haul especial de Natal

 

desktophero1500x300._CB285628654_

 

Feliz Natal para todos!

Este está sendo um dos Natais em que eu mais ganhei presentes na minha vida: livros, muitos livros! Recebi livros de leitores fãs do Ler Antes de Morrer, de editoras parceiras e de novos escritores que quiseram me presentear com suas obras.

Eu tentei ser bem rápida, para conseguir mostrar tudo num vídeo só. Confira no vídeo abaixo e mate sua curiosidade!

 

 


Escolheu o seu presente de Natal? Ainda dá tempo de aproveitar as ofertas da Amazon!

oferta


 

54º livro: Dom Casmurro, de Machado de Assis

 

natal

 

Um romance universal. Na minha opinião, é o melhor da literatura brasileira, com certeza. E da mundial? Alguns vão discordar comigo, mas para mim chega bem perto do primeiro lugar.

“Dom Casmurro”, de Machado de Assis.

 


**Compre Dom Casmurro pela Amazon e ajude o canal!**


 

A famosa narrativa em primeira pessoa feita por Bento Santiago, o protagonista cinquentenário que é conhecido pelas costas pelo apelido maldoso “Dom Casmurro” – que quer dizer ranzinza, amargurado.

O que faz bastante sentido, porque o Santiago é um homem muito solitário e infeliz. Principalmente depois que a esposa dele, a Capitu, por quem ele era apaixonado desde criança, o traiu com o seu melhor amigo.

Ou pelo menos é nisso que ele acredita.

 

Retrato de Machado de Assis no início do século XX.

Retrato de Machado de Assis no início do século XX.

 

Ao contrário do que muita gente pensa, “Dom Casmurro” não trata apenas de saber se Capitu traiu ou não o marido Bento Santiago.

A obra de Machado de Assis fascina leitores há mais de um século porque ela fala muito mais sobre os tormentos de um homem que afirma ter certeza de ter sido traído. Mas, no fundo no fundo, não tem tanta segurança assim disso.

 

Atriz Letícia Persiles interpretando Capitu quando adolescente / Minissérie Capitu (Rede Globo).

Atriz Letícia Persiles interpretando Capitu quando adolescente / Minissérie Capitu (Rede Globo).

 

Com uma linguagem habilidosa e uma amargura típica de um homem que perdeu a mulher que mais amava no mundo, “Dom Casmurro” faz a autópsia do que poderia ter sido uma linda história amor.

Santiago manipula, omite e revela informações de maneira tendenciosa, de acordo com a sua versão da história.

Mas afinal, Capitu traiu ou não traiu? Para o desespero dos que gostam de respostas fáceis, existem tantas evidências de que sim, como de que não… Santiago bem dá mostras de que era um homem ciumento e paranóico demais.

 

Michel Melamed e Maria Fernanda Cândido como Bento e Capitu na fase adulta.

Michel Melamed e Maria Fernanda Cândido como Bento e Capitu na fase adulta / Minissérie Capitu (Rede Globo).

 

Então, tenha isso em mente quando você for ler “Dom Casmurro”: a única coisa que a gente poder ter certeza nesse livro é que esse narrador não é cem por cento confiável.

Eu desafio você a tentar solucionar esse mistério.

 

Compras na Festa do Livro da USP

 

saldão_Fotor

 

Preciso confessar uma coisa: perdi a compostura nessa Festa do Livro da USP, viu. Foram 9 livros novos! Ainda bem que só tem uma vez por ano, senão…

Mas, pelo menos, meus livrinhos novos foram todos comprados com belos descontos. Agora é embrulhar tudo e colocar embaixo da minha árvora de Natal. Mas antes, veja aí os livros que eu escolhi!

 

 


**Já sabe o que dar de presente de Natal? Aproveite as promoções da Amazon!**

Os Irmãos Karamázov, de Fiódor Dostoiévksi (desconto de R$ 29,00)
Chatô, o Rei do Brasil, de Fernando Morais (desconto de R$ 17,30)
Cem Melhores Crônicas Brasileiras, de vários autores (desconto de R$ 29,98)
O Exorcista, de William Peter Blatty (desconto de R$ 11,28)
O Herói Discreto, de Mario Vargas Llosa (desconto de R$ 18,00)
O Iluminado, de Stephen King (desconto deR$ 20,20)
A vida como ela é, de Nelson Rodrigues (desconto de R$ 12,07)
On the road, de Jack Kerouac (desconto deR$ 9,07)
O Lobo do Mar, de Jack London (desconto de R$ 10,94)


 

53º livro: A Menina que Roubava Livros, Markus Zusak

 

saldão_Fotor

 

Estamos em 1939. O lugar? As proximindades de Munique, na Alemanha. Se você costumava ser um bom aluno de História, você já visualizou toda a cena: está tudo a postos para o início da Segunda Guerra Mundial.

A Alemanha todinha está dominada pelo partido Nazista – que não via a hora de começar a exportar o seu sistema para o resto da mundo…

É nesse cenário que começa o nosso livro dessa semana, “A menina que roubava livros”, lançado em 2005 pelo escritor Markus Zusak e recentemente adaptado para o cinema.

 

 


Gosta de livros sobre a Segunda Guerra Mundial? Compre na Amazon e ajude o Ler Antes de Morrer!


 

O livro conta a história da menina Liesel, uma alemãzinha de nove anos, que é abandonada pela mãe e de repente se vê sozinha, numa casa estranha, numa cidade estanha, numa situação de desamparo total.

Seu único consolo – roubar livros.

Livros estes que têm um significado muito simbólico dentro dessa história. Os livros que a Liesel rouba representam estabilidade – ou, pelo menos, alguma estabilidade na vida dessa menina sozinha num mundo em guerra.

 

liesel

Liesel na adaptação “A menina que roubava livros” (2013). Direção: Brian Percival

 

Enquanto a guerra vira a realidade de Liesel de cabeça para baixo em vários momentos, a garotinha vai tendo que aprender a encarar a morte.

E é nesse ponto que “A menina que roubava livros” se torna uma dessas obras como você provavelmente nunca viu antes. Não só história é envolvente e instigante, mas a narração é absolutamente original. Quem conta essa história é a própria morte.

E não uma morte com cara de caveira e foice na mão, como nas fantasias de Halloween.

 

Retrato do escritor Markus Zusak.

Retrato do escritor Markus Zusak.

 

Mas uma morte que tem sentimentos, que sofre junto com os seres humanos e que executa a tarefa de resgatar as almas nos campos de batalha com muito pesar.

Quase como se a própria morte tivesse medo da guerra. Como se ela tivesse medo do que os seres humanos são capazes de fazer.

 

Retrospectiva: Mulheres Fortes da Literatura

 

bourbon_desktophero4500x900._UX1500_SX1500_CB317709803_

 

Depois de listar os papais mais legais da literatura (ou, pelo menos, entre os livros que eu li em 2015 aqui no Ler Antes de Morrer), chegou a vez das mulheres!

Pesquisei entre todas as minhas resenhas (uma lista que você pode conferir clicando aqui), selecionei as cinco mulheres mais fortes e inspiradoras – tanto pelas suas qualidades, como pelos seus (diversos) defeitos. Confira!

 

 


Gostou das indicações? Compre pela Amazon e ajude o Ler Antes de Morrer a continuar crescendo!


 

52º livro: Admirável Mundo Novo, Aldous Huxley

 

natal

Você já imaginou viver num mundo onde todos as pessoas são felizes e despreocupadas?

Já pensou se existisse um único governo mundial que tivesse uma única ocupação – garantir que todas as pessoas sejam felizes, sem que nunca haja nenhum tipo de conflito? Parece legal, não parece?

Mas o que aconteceria se se esse governo dissesse que para as pessoas que elas não têm outra opção senão a de serem felizes?

 

 


Curte distopias? Compre na Amazon e ajude a manter o Ler Antes de Morrer:


 

Ninguém tem mais o direito de ficar triste, melancólico, preocupado, muito menos com raiva de nada nem de ninguém.

Aí a coisa já muda de figura…

No livro que eu li nessa semana, “Admirável Mundo Novo”, um clássico da ficção científica publicado pelo inglês Aldous Huxley em 1932, esse mundo perfeito existe.

 

Retrato de Aldous Huxley.

Retrato de Aldous Huxley.

 

Mas pra ele existir foi preciso fazer alguns… ajustes. Foi preciso pegar todos aqueles valores que você, que eu, que todos nós conhecemos e virá-los de cabeça para baixo.

Ninguém mais tem família, ninguém mais se casa ou tem filhos. Os seres humanos nascem agora em usinas de inseminação artificial comandados pelo governo, em lotes de até oitenta indivíduos geneticamente iguais.

E eles já saem de lá biologicamente adaptados para pertencer a alguma das cinco castas que formam a sociedade – desde Alfas, a classe mais alta, passando por Betas, Gamas, Deltas, até chegarem à abjeta casta dos Ípsilons.

 

O sistema de castas de Admirável Mundo Novo.

O sistema de castas de Admirável Mundo Novo.

 

Tudo é estrategicamente planejado para que nunca aconteça nenhum conflito, nenhum problema – nem na esfera pessoal, nem na social, nem política.

Para você, este mundo seria um paraíso ou é um inferno?

O que escolheria? Viver uma felicidade artificial e sem liberdade no “admirável mundo novo”, ou continuar vivendo no nosso caótico, confuso e imprevisível mundo velho?

Eu desafio você a tentar encontrar uma resposta. E se você me encontrar, me conte.

Livro surpresa: TAG Experiências Literárias

 

desk-0

 

Sabe o que é mais legal de ser Booktuber? São essas entregas de livros que a gente recebe o tempo todo no correio, de vários lugares diferentes do Brasil!

E agora você também pode ter essa sensação de ser surpreendido na sua casa com uma “caixa literária” misteriosa… confira!

 

 


* E não esqueça: utilize o cupom LERANTESTAG e ganhe 30% de desconto no primeiro mês de assinatura na TAG Experiências Literárias. Confira: https://taglivros.com
* Compre “Admirável mundo novo” na Amazon por apenas R$ 18,90


 

 

Resultado do Sorteio

 

ku_recordlaunch_acq_desktophero_1500x300-v2._CB290152547_

 

Você está participando do sorteio do kit de “Bom dia, Princesa”, lançamento da editora Planeta? Então confira já o vencedor!

 

 


Parabéns, Jéssica Nunes! Mande seu endereço para comercial@lerantesdemorrer.com e você vai receber o kit pelo correio.
E se você não ganhou dessa vez, compre Bom Dia Princesa na Amazon e ajude o Ler Antes de Morrer 😉


 

E ainda hoje, às 15h, a gente se revê com mais um vídeo inédito! Não perca!